“Aqui fala o seu Repórter Esso…”

Repórter Esso

Com a chegada da televisão no Brasil, na década de 50, alguns programas do rádio deslocaram-se para este meio de comunicação, implantado aqui por Assis Chateaubriand. O Repórter Esso exemplifica esta situação e foi o primeiro programa sinônimo de telejornalismo no Brasil.

Sua primeira transmissão foi no dia 17 de junho de 1953 em São Paulo, onde compunha a programação da extinta TV Tupi.  Kalil Filho apresentava e dirigia o programa paulista, já o carioca – que começou a ser transmitido em 1954 – era apresentado por Gontijo Teodoro.

Nos primórdios da televisão brasileira, os programas recebiam o nome de seus patrocinadores – por exemplo, “Telenotícias Panair”, “Reportagem Ducal”, “Telejornal Pirelli” -, que compravam grandes espaços na programação para que seus produtos fossem divulgados. O Repórter Esso não era transmitido só no Brasil. A Esso patrocinava o programa em diversos países, como por exemplo, os Estados Unidos. O programa foi transmitido pela última vez no ano de 1970.

O texto jornalístico era objetivo e recebia a influência dos padrões americanos, com o horário fixo de transmissão às 20h. A abertura “Aqui fala o seu Repórter Esso, testemunha ocular da história” é uma das mais famosas da televisão brasileira.

Abertura do Repórter Esso (Especial Rede Globo)

O Repórter Esso era feito regionalmente. Cada televisão das Emissoras Associadas – criadas por Chateaubriand – produzia o seu próprio telejornal, mas possuía o mesmo padrão.

O telejornal tinha como uma de suas características a pontualidade aliada à credibilidade e foi marcado por grandes furos jornalísticos.  Uma das principais transmissões do programa foi a entrevista exclusiva do então presidente americano John Kennedy, realizada dentro da Casa Branca, pelos repórteres Murillo Neri, Flávio Cavalcanti e Rubens Medina. No ano de 1969, o Repórter Esso televisionou a chegada do homem à Lua.

Observação: em pesquisa realizada não foi possível concluir a data exata da primeira transmissão do Repórter Esso, pois há divergência de informação nos materiais pesquisados. A data acima citada é encontrada no livro de Vera Íris Paternostro, O Texto ta TV.

GRUPO 2 – NOTURNO

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s